Image default
Gestão de talentos Notícias Recrutamento

Empregadores portugueses pretendem continuar a contratar em 2021

O Guia do Mercado Laboral 2021 da Hays confirmou que 75% dos empregadores pretendem contratar mais colaboradores em 2021, particularmente perfis Comerciais, de Tecnologias da Informação, de Engenharia e de Marketing e Comunicação. Apesar de ser inferior à de 2020, esta percentagem ultrapassa as previsões que os empregadores indicaram em anos de crescimento como 2016 ou 2017. Assegura-se, assim, a intenção da maioria das empresas de continuar a contratar para as estruturas de que necessitam.

O crescimento do negócio em território nacional e a recuperação do negócio no período pós-Covid19 destacam-se como os principais motivos referidos pelos empregadores para as contratações de 2021.

É na região Centro que a intenção e recrutamento é mais elevada, com uma percentagem de 80%. Já nas regiões Norte e Sul do país, a percentagem está situada nos 74%.

O mesmo estudo revelou que para a maioria dos empregadores ainda há alguma dificuldade em recrutar os profissionais para as estruturas que procuram, sendo que apenas 38% dizem não sentir essa dificuldade.

Por outro lado, a grande maioria dos profissionais qualificados revelou insatisfação em fatores como: perspetivas de progressão (67%), rocura por projectos mais interessantes (60%) e pacote salarial (68%). O que explica o aumento substancial na percentagem de profissionais que consideram mudar de emprego, que registou o valor mais alto desde 2014 (79%).

O Guia mostra também que 87% dos profissionais qualificados no estrangeiro afirmam que pretendem voltar a trabalhar em Portugal e que os profissionais de Retalho são os que revelam maior disponibilidade para mudar de emprego em 2021.

Quanto à flexibilidade no trabalho, mais de metade dos empregadores (54%) referiram que o trabalho remoto será crucial para assegurar a produtividade em 2021. Conteúdo, em metade das empresas inquiridas, a aplicação deste método ainda está pouco definida, sendo implementado ainda consoante as necessidades.

Para além de milhares de entrevistas e reuniões realizadas ao longo do ano a candidatos e empresas em todo o país, a edição do Guia do Mercado Laboral foram efetuou ainda, 2752 inquéritos a profissionais qualificados e 612 a empregadores.

Related posts

Worten concretiza 7 dias de formação online

admin

Programa de estágios da Sonae vence categoria internacional

admin

Quer ser o empregador preferido?

admin